Matérias

você sabe o que são vícios de refração?

você sabe o que são vícios de refração?

Vista embaçada, dor de cabeça após esforço visual, dificuldade de enxergar de perto ou de longe e fotofobia (sensibilidade à luz) são alguns dos sintomas dos vícios de refração. Esses problemas atingem grande parte da população mundial e são divididos basicamente em quatro tipos: miopia, presbiopia, hipermetropia e astigmatismo. Mas, afinal, você sabe quais são as diferenças entre cada um desses problemas oculares?

Antes de entender de forma detalhada a definição dos erros de refração, é fundamental ter em mente que esse tipo de diagnóstico só poderá ser feito por um médico oftalmologista. Esse especialista é o único qualificado para examinar a visão, a fim de detectar esses e outros problemas que podem acometer os olhos.

Após identificados, esses problemas podem ser corrigidos por meio de opções como óculos, lentes de contato ou cirurgia. Agora, que tal entender como se comporta cada um dos vícios de refração?

MIOPIA

Você já observou que algumas pessoas que utilizam óculos costumam tirar o acessório no momento em que vai ler um livro ou enxergar algo mais de perto? O gesto pode parecer estranho, mas faz todo sentido quando entendemos a realidade da miopia. Em geral, indivíduos míopes conseguem enxergar objetos que estão perto, porém têm dificuldade em ver de longe. O grau de miopia tende a aumentar durante o período de crescimento, o que pode ser controlado com acompanhamento contínuo de um especialista.

ASTIGMATISMO

O astigmatismo consiste em um defeito na curvatura do olho, que faz com que o paciente enxergue a imagem em planos diferentes, deixando-a distorcida. O ideal para o globo ocular é que ele tenha uma curvatura simétrica (esférica), semelhante a uma bola de basquete, por exemplo. No caso de alguém com astigmatismo esse formato é levemente assimétrico, o que pode ser corrigido com tratamento adequado.

HIPERMETROPIA

Também definida como uma leve irregularidade no formato interno dos olhos, a hipermetropia é uma condição na qual o olho geralmente possui tamanho menor do considerado normal. Pessoas com esse problema apresentam dificuldade de enxergar objetos de perto, pois o cristalino não consegue focalizar na retina imagens muito próximas. Muitas crianças são hipermétropes em grau moderado, mas ao longo dos anos a condição tende a normalizar.

PRESBIOPIA

Condição mais comum após os 40 anos, a presbiopia é conhecida pela maioria das pessoas como vista cansada, e consiste na dificuldade de enxergar principalmente de perto.

Em cada um desses casos, há variações nos graus de dificuldade que, consequentemente, irão refletir no tipo de tratamento indicado pelo oftalmologista. A escolha do tratamento para corrigir os erros de refração – entre as opções de óculos, lentes e cirurgia – deve ser feita considerando a avaliação do especialista e o conforto e bem-estar do paciente.

Talvez te interesse também:

 
Glaucoma: doença silenciosa e principal causa de cegueira irreversível no mundo

Matérias

Glaucoma: doença silenciosa e principal causa de cegueira irreversível no mundo

De acordo com a Associação Mundial do Glaucoma, estima-se que cerca de 80 milhões de pessoas tenham glaucoma em todo o mundo...

Pressão ocular: você sabe o que é?

Matérias

Pressão ocular: você sabe o que é?

O principal tratamento atual para o glaucoma consiste em reduzir a pressão intraocular, saiba mais sobre esse tema...

A saúde ocular da mulher: o que você precisa saber

Matérias

A saúde ocular da mulher: o que você precisa saber

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), duas a cada três pessoas cegas no mundo são mulheres...

Top