Matérias

Socorro, machuquei meus olhos! O que fazer?

Socorro, machuquei meus olhos! O que fazer?

Por terem uma estrutura muito delicada, os olhos quando sofrem traumas, como pancadas, perfurações e queimaduras, podem comprometer a visão e, por isso, necessitam de atendimento médico, mesmo que pareça algo não muito grave. Existem vários tipos de trauma no olho, mas toda lesão deve ser avaliada por um médico oftalmologista. Não tente tratar o machucado por conta própria, pois pode agravar a situação.

Entre as causas mais comuns de traumas oculares, estão agressões em geral (socos, pontapés, etc.); cortes ou coceiras; pancadas em atividades esportivas, bolas ou outros equipamentos; queda dentro de casa ou na rua; entrada de corpos estranhos (insetos, areia, poeira e outras partículas); acidentes domésticos ou com animais; acidentes de trânsito; perfuração por objetos pontiagudos (pedaços de madeira, prego, vidros, projéteis, etc.) no ambiente de trabalho; respingos de produtos químicos; e outras. 

O que fazer em casos de traumas oculares

Pancadas ou batidas fortes podem provocar o descolamento da retina, que se não tratado pode levar à cegueira. Com uma pancada no olho, também é possível ocorrer o surgimento de uma mancha de sangue devido ao rompimento de vasos sanguíneos. Então, procure atendimento oftalmológico o mais breve possível.

Em lesões por entrada de corpo estranho, evite esfregar os olhos. Caso o corpo estranho esteja móvel (areia, cílios, poeira, etc.), pisque os olhos para estimular o lacrimejamento, de modo que o corpo estranho se desloque até sua saída. Se o corpo estranho não se deslocar com o piscar ou em caso de fragmentos, não tente remover ou realizar qualquer tipo de tratamento, pois pode agravar o quadro. O médico oftalmologista deve removê-lo no consultório e, em casos mais graves, pode ser necessário fazer uma cirurgia.

Em caso de queimadura com produtos químicos, é importante tentar reduzir o tempo de contato do olho com o produto, lavando com bastante soro fisiológico e, se não for possível, com água, e procurar assistência médica. Perfurações necessitam de atendimento no pronto-socorro o mais rápido possível.

Prevenção é a melhor forma de evitar trauma nos olhos 

Os traumas oculares são responsáveis por mais de 500 mil casos anuais de cegueira no Brasil. Então, a melhor forma de evitar um trauma no olho é a prevenção.

• Use óculos de proteção quando for exercer alguma atividade de risco.

• Utilize protetores para a prática de esportes que possam machucar os olhos.

• Use cinto de segurança no carro.

• Não permita que as crianças brinquem com objetos pontiagudos, assim como que os animais de estimação fiquem muito próximos do rosto delas.

• Ensine as crianças a não brincar de atirar objetos contra o rosto ou olho das pessoas. • Tenha cuidado ao manejar produtos químicos ou de limpeza.

• Mantenha as panelas fechadas ao cozinhar, evitando que líquido respingue e cause alguma queimadura nos olhos.

• Não tenha o hábito de coçar os olhos. Além do ato poder provocar lesões, ainda leva ao surgimento de doenças oculares, como o ceratocone.

Talvez te interesse também:

 
Retinose pigmentar

Matérias

Retinose pigmentar

Hereditária, irreversível e degenerativa, a retinose pigmentar constitui uma série de alterações genéticas...

Doenças raras e saúde ocular

Matérias

Doenças raras e saúde ocular

Estima-se que existam entre 6 mil e 8 mil tipos diferentes de doenças raras em todo o mundo, que se manifestam de inúmeras formas...

Retinoblastoma: o que você precisa saber sobre o câncer ocular que afeta crianças

Matérias

Retinoblastoma: o que você precisa saber sobre o câncer ocular que afeta crianças

Recentemente, o apresentador de TV Tiago Leifert e sua esposa, a jornalista Daiana Garbin, tornaram público o diagnóstico de retinoblastoma ...

Top