Matérias

Quais são alguns dos problemas de visão que podem ser tratados com cirurgia

Quais são alguns dos problemas de visão que podem ser tratados com cirurgia

A Oftalmologia é uma das especialidades médicas que mais evoluíram em termos de tecnologia. Houve melhora na precisão do diagnóstico, no tempo de atendimento e na segurança das cirurgias. Hoje, os pacientes têm acesso a diversos tratamentos inovadores e a técnicas de última geração, como as sofisticadas cirurgias a laser.

A visão é um dos nossos principais sentidos, por meio dela temos as imagens do mundo que nos cerca. Os problemas de visão podem surgir desde o nascimento ou se desenvolver ao longo da vida. A maioria deles pode ser corrigida com o uso de óculos ou lentes de contato e cirurgia.

Conheça algumas das doenças que podem ser corrigidas com cirurgia:

Astigmatismo — O problema atinge pessoas de todas as idades. Pessoas com astigmatismo enxergam objetos distorcidos tanto de longe quanto de perto. Deve ser tratado com o uso de óculos, mas casos mais graves podem fazer a cirurgia a laser.

Hipermetropia — Pessoas com hipermetropia têm dificuldades em enxergar objetos de perto. Geralmente, aparece desde o   nascimento. Por isso, é muito importante ficar atento às crianças, principalmente na fase escolar. O problema é tratado com uso de lentes corretivas, mas, quando há indicação médica, a cirurgia também é possível.

Miopia — É o problema de visão mais comum no mundo e caracterizado pela dificuldade em enxergar de longe com nitidez. O tratamento é feito com o uso de óculos ou lentes de contato que ajudam a focar a imagem. A cirurgia de miopia é indicada nos casos de miopia estável. Quando o grau não para de aumentar, a cirurgia não está indicada.

Catarata — É uma das doenças oculares em que o principal tratamento é a cirurgia e o paciente pode voltar a enxergar normalmente. A catarata faz parte do envelhecimento natural dos olhos e, por isso, é mais comum em idosos. Os sintomas são visão embaçada e necessidade de mais luz para enxergar com nitidez.

Glaucoma — É causado pelo aumento da pressão intraocular (ou seja, pressão alta nos olhos), sendo assintomático na maioria dos casos. Em fase avançada, pode levar à cegueira e não tem reversão. O tratamento é feito com colírio para diminuir a pressão. Em casos graves, quando o colírio já não resolve o problema, a cirurgia pode ser realizada.

 Retinopatia diabética — É uma complicação causada pelo diabetes e ocorre quando o excesso de glicose no sangue danifica os vasos sanguíneos dentro da retina, região do olho responsável pela formação das imagens enviadas ao cérebro. A doença não costuma apresentar sintomas, mas quando ocorre hemorragia vítrea, o paciente pode ver manchas flutuantes na visão. Se não diagnosticada e tratada precocemente, pode levar à cegueira irreversível. O tratamento consiste em aplicação de laser e medicações intravítreas nas fases inicial e intermediária da doença, e cirurgia na fase avançada. Todos os pacientes diabéticos devem fazer acompanhamento oftalmológico e a frequência deste vai ser determinada pelo médico oftalmologista.

 

Talvez te interesse também:

 
Comer bem ajuda a enxergar bem?

Matérias

Comer bem ajuda a enxergar bem?

Manter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes é fundamental para o bom funcionamento de todo o organismo e isso inclui os olhos....

Quando o glaucoma vem como consequência de outra doença

Matérias

Quando o glaucoma vem como consequência de outra doença

Embora a pressão intraocular seja a principal causa do aparecimento do glaucoma, é importante ficar atento às doenças relacionadas...

Dia Mundial da Retina: um alerta sobre a importância da consulta com o Oftalmologista

Destaques

Dia Mundial da Retina: um alerta sobre a importância da consulta com o Oftalmologista

Dia Mundial da Retina. O diagnóstico precoce pode evitar sérias consequências à saúde ocular. Procure um oftalmologista!...

Top