Destaques

O risco dos tratamentos alternativos anunciados na internet

O risco dos tratamentos alternativos anunciados na internet

Você já deve ter ouvido falar nos tratamentos alternati vos que estão por toda a internet, que
prometem a “cura milagrosa” de várias doenças. É possível encontrar na rede esse ti po de
“tratamento” também para doenças oculares.E, você precisa fi car atento porque ele não só
não traz benefí cios para a sua saúde ocular, como também pode prejudicar seriamente seus olhos.


Todo cuidado é pouco quando o assunto é tratamento alternati vo, principalmente quando se refere
à cura de doenças sérias, como glaucoma e catarata, que podem levar à cegueira.
Os chamados tratamentos alternati vos deixam as pessoas sujeitas a vários perigos, desde os danos
causados diretamente aos olhos, passando por abandono de tratamentos prescritos por médicos
e com comprovação cientí fi ca, até o diagnósti co tardio de doenças em estágio avançado que
não podem mais ser curadas.

Ninguém deve navegar pela internet a procura de tratamento para doenças. Somente o médico é o
profissional capacitado e indicado para tratar problemas de saúde. No caso da saúde ocular, o médico
oftalmologista é o especialista que estuda, diagnostica e trata dos olhos e suas doenças,
examina o bom funcionamento da visão, além de prescrever correções para situações em que há
dificuldades em enxergar.

Várias doenças oculares são silenciosas, ou seja, somente quando estão em estágios mais avançados,
que começam a aparecer os sintomas. No entanto, mesmo que não haja sintomas aparentes, o
médico oftalmologista, por meio do exame clínico dos olhos, é capaz de diagnosticar precocemente
essas doenças e intervir para que elas não se agravem, sem que haja complicações sérias ou até
mesmo o comprometimento da acuidade visual. Por isso, é tão importante fazer acompanhamento
oftalmológico regularmente, pelo menos uma vez por ano, para prevenir diversas doenças oculares.

Limão nos olhos pode causar queimadura química e úlceras na córnea

Ressaltando o ditado "o que arde cura", na internet, há receitas que indicam pingar limão todos
os dias nos olhos para curar glaucoma. Além de provocar ardência e irritação, colocar limão no
olho pode causar queimadura química e úlceras na córnea.

O glaucoma é uma das doenças silenciosas e principal causa de cegueira irreversível no mundo. Ele
provoca lesões no nervo óptico e, como consequência, há o comprometimento visual ou perda total
da visão. Vários fatores podem ocasionar a doença, um deles é o aumento da pressão intraocular.
A prevalência da doença aumenta com a idade, se tornando mais comum após os 40 anos. Como a
doença tem relação com a hereditariedade, o histórico familiar é um fator de risco, uma vez que
as chances de desenvolver glaucoma são maiores para quem possui casos da doença na família.

O diagnóstico precoce do glaucoma possibilita fazer uma intervenção antes do agravamento da
doença. Quanto mais cedo iniciar o tratamento, maiores serão as chances de ser bem-sucedido.
A doença não tem cura, mas o tratamento clínico, feito à base de colírios, pode fazer com que a
pressão intraocular regrida e o ritmo de avanço da doença seja reduzido.

Atenção: não existem remédios e tratamentos para curar catarata

Se você já ouviu que alguém curou a catarata com remédios ou viu na internet tratamentos para a
doença, não acredite. Algumas doenças podem ser controladas com remédios e tratamentos,
muitas vezes, até como medidas preventivas. Porém, a catarata não é um desses casos. O único
tratamento que existe para a catarata é a cirurgia e, após o procedimento, o paciente pode voltar a
enxergar normalmente.

Existe mais de uma causa para o surgimento de catarata, mas a mais comum diz respeito ao envelhecimento
do cristalino, lente transparente natural dos olhos que, com o tempo, fica opaca. Depois que o
cristalino perde a transparência, a única forma de voltar a enxergar é por meio de cirurgia. Durante o
procedimento, é realizada uma pequena incisão no olho e por ela o cristalino opaco é retirado, e uma
lente intraocular é inserida em seu lugar. O processo é rápido, feito com anestesia local e sem internação.
A recuperação total da visão acontece em até 45 dias.

Sumo de arruda para os olhos pode provocar complicações sérias

A arruda é uma planta famosa no Brasil, conhecida pelos poderes energéticos e utilizada em rituais
religiosos, em defumações e banhos para afastar energias negativas. Com uma rápida pesquisa na
internet, encontramos várias receitas feitas com o sumo de arruda para pingar diretamente nos
olhos e curar inflamações, “qualquer mal de visão” e ainda “limpar os olhos”.

Nenhuma doença ocular deve ser tratada com sumo de arruda, pois você pode ter complicações
sérias, como infecções e lesões, com o uso da planta nos olhos. Na verdade, nenhum tipo de planta
pode ser macerado e misturado com algum líquido, para depois ser pingado nos olhos. As únicas
substâncias que podem ser pingadas nos olhos são os lubrificantes oculares e colírios receitados
por médicos oftalmologistas.

Exercícios para os olhos para enxergar melhor: não acredite nisso!

Na internet, também podemos encontrar indicação de exercícios para pessoas com qualquer problema
na visão, desde miopia até mesmo doenças como catarata. Existe até mesmo um curso para aprender
movimentos simples que podem ser adicionados ao dia a dia, com o objetivo de fortalecer e alongar
a musculatura que movimenta os olhos.

Muitas pessoas se aproveitam para promover técnicas e supostos tratamentos para doenças oculares
que não possuem qualquer eficácia comprovada, visando, tão somente, o lucro próprio. É preciso ter
atenção para não cair nessas falsas promessas. Sempre busque informações confiáveis, nos sites
das sociedades médicas de especialidades, como o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, de grandes
hospitais e de médicos renomados.

Fique atento, nem todo mundo que se denomina “doutor” na internet é médico ou possui a especialização
e a qualificação necessárias para falar sobre o tratamento de doenças. É possível, acessando e consultando
o portal do Conselho Federal de Medicina (CFM), saber se a pessoa é realmente um médico.

Talvez te interesse também:

 
Conheça os novos recursos para corrigir erros de refração

Matérias

Conheça os novos recursos para corrigir erros de refração

Quando uma pessoa precisa se esforçar muito para focalizar uma imagem, é possível que ela esteja com um problema de refração...

Olho Seco: O que fazer?

Matérias

Olho Seco: O que fazer?

Em algum momento, quase todo mundo experimenta aquela sensação desagradável quando os olhos ficam muito secos; saiba mais sobre isso...

Oftalmologia cobra respeito das operadoras de planos de saúde no atendimento oferecido à população

Matérias

Oftalmologia cobra respeito das operadoras de planos de saúde no atendimento oferecido à população

Atento à qualidade da assistência oferecida por planos de saúde à população, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) vem a público...

Top