Notícias

Exposição excessiva às telas pode prejudicar a visão?

Exposição excessiva às telas pode prejudicar a visão?

O tempo de exposição às telas, que já era alto, aumentou após o início da pandemia de Covid-19. Com medidas de isolamento social e aulas remotas, o tempo ao ar livre diminuiu, enquanto o uso de celulares e computadores segue crescendo. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Panorama Mobile Time/Opinion Box, entre crianças de 7 a 9 anos, a proporção que usa smartphone por três horas ou mais por dia saltou de 30% para 43% em um ano. Além disso, 37% das crianças com idades entre 10 e 12 anos usam o smartphone por 4 horas ou mais por dia. É certo que o excesso de exposição causa prejuízos à saúde, incluindo a visão.

A tecnologia é, de fato, uma grande aliada no dia a dia e facilita inúmeras tarefas. As aulas on-line, que fazem parte da rotina da maior parte das crianças durante a pandemia, permitem novas possibilidades em um momento em que a ida às escolas pode aumentar o risco de contaminação. Contudo, é importante ter muita cautela, pois o excesso pode ser um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças oculares, como a Síndrome da Visão de Computador (CVS) e os erros refrativos, especialmente a miopia.

Um estudo realizado pelo JAMA Ophthalmology constatou um aumento significativo dos casos de miopia entre crianças de 6 a 13 anos. A sugestão é que este crescimento esteja associado ao tempo insuficiente gasto em atividades ao ar livre e à maior duração de atividades que exigem a visão para perto, como usar o computador e o celular. Esses dados são preocupantes, uma vez que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que metade da população mundial será míope em 2050. 

A OMS publicou um manual com recomendações quanto ao tempo de tela, atividades físicas e sono para crianças. De acordo com o material, o ideal é que elas não sejam expostas às telas antes de completarem 1 ano de idade e que esse tempo seja de, no máximo, 60 minutos, até os 4 anos. A Sociedade Brasileira de Pediatria também publicou um manual de orientação, chamado #menos tela #mais saúde, que reitera as orientações e acrescenta que adolescentes com idades entre 11 e 18 anos devem limitar o tempo a até 3 horas por dia e que nunca devem “virar a noite” no celular ou no computador.

 

Como prevenir problemas de visão em crianças?

• Monitore o tempo que ela passa junto à tecnologia.

• Verifique a iluminação do ambiente onde o computador ou o celular está sendo usado.

• Mantenha a tela do computador limpa.

• Certifique-se de que o monitor esteja a uma distância adequada. O ideal é que esteja a 50 cm do usuário.

Ao notar que a criança está com alguma dificuldade para enxergar, aproxima o rosto da tela ou “aperta” os olhos para ver melhor, não hesite em consultar um médico oftalmologista.

Fontes:

  • https://jamanetwork.com/journals/jamaophthalmology/fullarticle/2774808?resultClick=1
  • https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/311664/9789241550536-eng.pdf?sequence=1&isAllowed=y
  • https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/_ 22246c-ManOrient_-__MenosTelas__MaisSaude.pdf
  • https://www.mobiletime.com.br/pesquisas/criancas-e-smartphones-no-brasil-outubro-de-2020/

Talvez te interesse também:

 
Computador e saúde ocular

Notícias

Computador e saúde ocular

Ficar muito tempo no computador afeta a nossa visão? ...

Óculos de sol ajudam mesmo?

Notícias

Óculos de sol ajudam mesmo?

Óculos de sol são belos acessórios e fazem parte do nosso dia a dia. É grande a variedade de modelos presente no mercado...

o que podemos esperar dos estudos com células tronco no cenário da Oftalmologia?

Notícias

o que podemos esperar dos estudos com células tronco no cenário da Oftalmologia?

As pesquisas com células-tronco estão provocando grandes avanços no cenário da Oftalmologia, bem como em inúmeras outras áreas da medicina. ...

Top